terça-feira , março 1 2016
Página inicial / Notícias / Pânico na Band humilha público da CCXP e até lambe uma cosplayer

Pânico na Band humilha público da CCXP e até lambe uma cosplayer

cosplayerpanico
Momento em que o “jornalista” da Band lambe a cosplayer

No Brasil, vem crescendo cada vez mais os entusiastas aos eventos de cultura pop e, a Comic Con Experience, evento internacional que realizou sua 2ª edição no Brasil do dia 3 à 6 de dezembro, não poderia ter sido um sucesso maior. Claro, digo isso pelo excesso de público que lotou o Expo Imigrantes em São Paulo, e não por alguns grandes veículos de informação que ridicularizaram o público e o evento.

Cosplayers, nerds, gamers, cinéfilos, leitores de quadrinhos e curiosos visitaram a feira que trouxe grandes artistas internacionais como Frank Miller e os atores Misha Collins, Adam Sandler, Terry Crews, Taylor Lautner, entre outros, e artistas nacionais dos quadrinhos como Daniel HDR e Maurício de Souza. Artistas brasileiros como Detonator, o grupo Hermes e Renato e Youtubers como Luba, Cellbit, Felipe Castanhari, Irmãos Piologo, Muca Muriçoca e muitos outros, também fizeram parte do quadro de atrações da feira que, não se baseava apenas em artistas. Possuía uma ala de cartunistas independentes chamada Artist Alley, onde era possível comprar dos melhores HQs brasileiros pelas mãos dos próprios artistas. Produtos licenciados dos mais variados heróis, quadrinhos e “action figures” também eram comercializados, mas muitas atividades poderiam ser feitas gratuitamente e muitos brindes foram distribuídos. Grandes estandes como Warner Bros, XBox, Fox, Universal, NetFlix, Disney, entre muitos outros, trouxeram atividades como piscina de bolinhas, painel de escalada, patins no “gelo”, maquiagens, entre outras, em sua maioria gratuitas. O único problema era o excesso de filas, pois, como disse, o evento era “um mar de gente”.

O programa Pânico na Band visitou o evento e “julgou ser aceitável” entrevistar cosplayers os humilhando e até mesmo lambendo uma garota. A mesma fez uma nota em seu Facebook expondo o nojo e repudia que sentiu:

Screenshot_12

Conferira a matéria, (se tiver estômago), em:

A Omelete se retratou dizendo que o Pânico na Band foi banido permanentemente das próximas edições. Mas, infelizmente, parece que esse é um erro crônico, e não foi só a Band que não entendeu o problema da forma que retratou o evento. No SBT, pudemos ver uma matéria com a seguinte manchete:

Captura-de-Tela-2015-12-07-às-12.55.43

 

O Portal da X5TV repudia tais retratações. Tanto a de ridicularizar as MILHARES de pessoas que partilham da mesma paixão “nerd” que nós, quanto a inserção da mulher nesse universo como uma “invasão”, como se elas já não fizessem parte do mundo dos jogos, dos cosplays e do público que também ama a cultura pop.

“É lamentável que veículos de comunicação não especializados não tenham o mínimo cuidado para retratar um universo que vem crescendo tanto em nosso país. O mundo nerd no Brasil já é uma realidade há muitos anos e, agora, ainda mais. E mesmo que fossemos uma tribo pequena, qualquer retratação merece o devido respeito e entendimento. – Nota da autora.

Deixe sua opinião

Sobre Nyvi Estephan

Nyvi Estephan
Apresentadora em MAX5, Gamewise e X5TV, e Coordenadora de conteúdo.

Veja também

CZqhXlBWwAEdoWu

“Theusma” explica motivo que o levou a deixar Operation Kino

  A temporada 2016 do Campeonato Brasileiro de League of Legends continua surpreendendo os fãs ...

21 Comentários

  1. Absurdo! Um programa totalmente sem sentido e inútil. Não sei como alguém pode dar audiência. O que fazem e fizeram agora na CCXP passa dos limites do bom senso, totalmente sem graça! Perco a paciência vendo um lixo desses. Desrespeito total!

  2. Que absurdo. A cosplay não pode deixar de processá-los, só assim eles irão parar (ou pelo menos pensar duas vezes antes de fazer isso).

  3. Uns idiotas que não respeitam o gosto alheio, debocham das pessoas que se preparam MUITO pra esse tipo de evento, uns retardados!

  4. Elisabete Leme Nunes

    Pânico sinônimo de porcaria de gente…SBT por favor antes de publicar saiba do que estão falando, pois as mulheres já fazem parte desse mundo…e com muita responsabilidade.!!

  5. os cara ficam meses preparando a fantasia pra zuarem,programa vai de mal a pior,zuaram ate o do deadpool,ele estava imitando o dead perfeitamente,chamara o cara de tomada,que lixo de programa,nao vou mais assitir

  6. Esses imbecis vivem por aí tomando porrada na cara mas isso eles não mostram, se fosse com a minha mulher eu enchia o cara de pancada na hora, vamos começar a filmar esses ovários tomando porrada por aí e divulgar nas redes, vamos expor eles também, olho por olho.

  7. Panico na Band e CQC dois programas que passaram da hora de serem removidos do ar.
    Ambos com “profissionais” que precisam ser agressivos, infantis e sem noção para tentar ser engraçados.

  8. Ques Cara Foda Zombando De Cosplay De Yotubers e etc . . . Agora passou dos limites

  9. Parabéns pela atitude sensata e educada da miyo, de não confrontar os mesmos diante da câmera de televisão, realmente isso foi uma infelicidade do programa pânico levar essa matéria ao ar, pois não há argumentos o suficiente que justifique ato de assédio moral, e causa inclusive mal estar à quem presenciou o vídeo, a falta de respeito ao próximo e bom senso beira ao ridículo, e certamente não passará despercebido

  10. Pânico é tão ruim que pra aparecer de alguma forma o retardado do Lucas Maciel teve que lamber uma mina.
    Retardado mode: ON

  11. Eu já assisti uma vez esse programa e não consegui rir em nenhum quadro deles, não só este programa mas como maioria dos programas “humoristicos” que existem hoje em dia. Enfim vi o quadro da reportagem ejaculação do começo não vi nenhuma graça, junto ao texto da reportagem foi uma abordagem agressiva e desrespeitosa realmente, na hora que está na gravação da reportagem não sabe como irá ser o final, e isso foi hutrajante e humilhador para com todos as pessoas que realmente curte cosplay e tudo que está envolvido.
    Humor xulo assim nunca deveria ser apresentado em uma rede aberta, pois é desse modo que algumas pessoas acham engraçado e acabam fazendo com outras pessoas, que tenha um censo de humor e respeito. Então é isso, minha opinião sobre o ocorrido no evento com esse programa de baixa qualidade, eu gostaria de poder ir um dia a esse evento pois curto cosplay desde a primeira vez que eu vi uma reportagem sobre esses eventos, e o Brasil vem evoluindo muito, todos que gostam de se vestir como o seu personagem favorito estão de parabéns.

    • Pesso que o moderador edite uma parte do testo, os peço desculpas pela palavra usada na parte …” Enfim vi o quadro da reportagem ejaculação do comeco…” a palavra ejaculação tinha digitada DESDE e saiu isso, pesso Desculpas pelo erro cometido no comentário.

  12. Cristiano Dias de Sá

    Esse programa é ridículo, pior que há quem assista.
    Quanto ao SBT, não vi nada demais. O termo invasão pode ser interpretado de várias maneiras, e creio que eles quiseram dizer que o público feminino cresceu muito no ambiente nerd (e não vejo deboche algum em usar a palavra nerd, somos nerds mesmo, com orgulho :-) ) que no passado era dominado pelo público masculino.

    • Concordo com vc… não encarei como deboche…. Sou nerd com orgulho e invadi mesmo há 15 anos esse mundo amplo e vasto de animes, mangas e afins… ADORO!

  13. Bem feito mesmo pro Panico ter sido expulso.

    O programa já perdeu toda a graça possível e ainda por cima vai em um evento para desrespeitar as pessoas. Pena que ninguém sentou um catiripapo na fuça deles. Isso sim seria hilario.

  14. detesto estes caras, sao incovenientes e cansativos . nao respeitam ninguem e o pior: ainda acham publico pra essa merda de programa

  15. Isaac Barbosa de Sousa

    queria ve-los fazendo isto lá nos “states”… lá o espaço individual é sagrado… no minimo passariam o resto do dia atras das grades (isto sem contar o processo do qual poderiam ser alvo)…

  16. Esse panico so tem essas panicats pra manter o publico,tira elas e nimguem mais ve essa bosta.

  17. Contra o pânico sempre. Programa sem graça, 101% apelativo, que sempre faz questão de denegrir a imagem das mulheres. Pra mim quem aceita trabalhar lá ou não se importa consigo mesma ou está muito desesperada por um emprego qualquer. Não há repórteres, apenas pessoas sem carater que acham que humilhar e magoar as pessoas não tem importância se isso lhes dá dinheiro. E o que mais me choca nessa sociedade é todos aceitarem isso calados. Que comece já uma campanha contra isso que chamam de entretenimento.

  18. q programa escroto…..

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *