Página inicial / e-Sports / Mundial de SMITE: NRG eSports é campeã e INTZ é a primeira eliminada do torneio

Mundial de SMITE: NRG eSports é campeã e INTZ é a primeira eliminada do torneio

No último domingo, dia 8, o mundo conheceu o campeão da edição de 2017 do Smite World Championship. Após quatro dias de competição recheados de partidas longas e extremamente disputadas, os europeus da NRG eSports saíram vitoriosos da MD5 final por 3 a 1 contra os também europeus da Obey Alliance.

Após uma primeira partida com mais de 50 minutos que foi, sem sombra de dúvidas, o melhor jogo do Mundial, a NRG abriu o placar e, logo em seguida, garantiu o segundo jogo contra uma Obey passiva e cheia de erros de posicionamento.

O terceiro jogo ficou nas mãos da Obey, que parecia ter acordado e percebido que estava em uma final de Mundial, aproveitando-se dos deslizes da NRG para conquistar a vitória e encaminhar a série para o quarto jogo.

Quarto jogo esse que foi mais um passeio da NRG sobre o apático time adversário e serviu para consagrar o campeão de 2017 na Hi-Rez Expo, em Atlanta.

Apesar da derrota, destaque para Variety, solo laner da Obey, que vestiu a mochila e levou o time por toda a série com jogadas sensacionais, pickoffs certeiros e um triple kill absurdamente inesperado no fim do último jogo que rendeu alguns minutos a mais de vida para o Titã da Obey Alliance.

O troféu framboesa de ouro vai para PANDALIKE, suporte da Obey que insistiu no pick de Silvano em todos os jogos, terminando com um frag de “0/muito/quase nada” em todas as partidas. Isso sem contar os erros de follow up, os mergulhos suicidas para cima dos inimigos e as mortes desnecessárias para salvar um CaptainTwig que insistia em bancar o homem-bomba pra cima da NRG.

Sobre a campanha dos nossos Intrépidos, resta dizer que foi na média. A INTZ começou surpreendendo e abrindo uma vantagem grande de kills no início do primeiro jogo contra a poderosa SoaR, acendendo a esperança nos corações BRs e mostrando que a evolução prometida nas entrevistas concedidas durante 2016 realmente começou. Mas a superioridade da SoaR apareceu na segunda metade da partida e derrubou a INTZ para as Lower Brackets, onde enfrentariam a chinesa HAPI.

E aí foi onde veio a decepção. A INTZ não estava eliminada após cair lutando bravamente contra a SoaR. Após o início daquele jogo, todos acreditavam (baseados no histórico dos Mundiais anteriores) que seria fácil derrubar os chineses da HAPI e seguir na competição (caso vencesse, a INTZ teria um caminho mais longo, mas continuaria com possibilidades de chegar até a final). Mas, inexplicavelmente, depois de fazer frente a um dos times mais fortes do mundo, a INTZ sofreu um atropelo da HAPI e foi o primeiro time a deixar o SWC 2017. O nome do culpado? INTZ. Apontar um ou outro seria protecionismo com os demais. O time apagou. Todos erraram.

Nos resta agora esperar o Mundial de 2018 e esperar que os times brasileiros consigam apoio suficiente para viver da profissão e possam ter a mesma carga horária de treinos que os gringos, pois o susto que a INTZ deu na SoaR e em todos nós só serviu para provar que temos gás pra bater em qualquer um. Só falta usar do jeito certo.

Deixe sua opinião

Sobre MustellaPKN

MustellaPKN
Mustellão é um publicitário formado à base de muita coxinha com catupiry, sócio fundador do site Prake Nexo (PKN para os íntimos), caster nas ligas BGL e Chasers League de Smite, viciado em Super Nintendo, adora fazer bullying com Templários, ilustrador, guitarrista do Rygel, pai da Rebecca e só joga de bárbaro porque ataque ranged é coisa de frango.

Veja também

SMITE: Capitão Nann fala sobre a preparação da INTZ para o Mundial

Com pouco mais de um mês para o Mundial de SMITE na Hi-Rez Expo 2017 ...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *