X5TV http://www.x5tv.com.br Portal de games e e-Sports Tue, 10 Jan 2017 23:08:29 +0000 pt-BR hourly 1 https://wordpress.org/?v=4.7.9 Mundial de SMITE: NRG eSports é campeã e INTZ é a primeira eliminada do torneio /mundial-de-smite-nrg-esports-e-campea-e-intz-e-primeira-eliminada-do-torneio/ /mundial-de-smite-nrg-esports-e-campea-e-intz-e-primeira-eliminada-do-torneio/#respond Tue, 10 Jan 2017 23:08:29 +0000 /?p=8339 No último domingo, dia 8, o mundo conheceu o campeão da edição de 2017 do Smite World Championship. Após quatro dias de competição recheados de partidas longas e extremamente disputadas, os europeus da NRG eSports saíram vitoriosos da MD5 final por 3 a 1 contra os também europeus da Obey Alliance. Após uma primeira partida ...

O post Mundial de SMITE: NRG eSports é campeã e INTZ é a primeira eliminada do torneio apareceu primeiro em X5TV.

]]>

No último domingo, dia 8, o mundo conheceu o campeão da edição de 2017 do Smite World Championship. Após quatro dias de competição recheados de partidas longas e extremamente disputadas, os europeus da NRG eSports saíram vitoriosos da MD5 final por 3 a 1 contra os também europeus da Obey Alliance.

Após uma primeira partida com mais de 50 minutos que foi, sem sombra de dúvidas, o melhor jogo do Mundial, a NRG abriu o placar e, logo em seguida, garantiu o segundo jogo contra uma Obey passiva e cheia de erros de posicionamento.

O terceiro jogo ficou nas mãos da Obey, que parecia ter acordado e percebido que estava em uma final de Mundial, aproveitando-se dos deslizes da NRG para conquistar a vitória e encaminhar a série para o quarto jogo.

Quarto jogo esse que foi mais um passeio da NRG sobre o apático time adversário e serviu para consagrar o campeão de 2017 na Hi-Rez Expo, em Atlanta.

Apesar da derrota, destaque para Variety, solo laner da Obey, que vestiu a mochila e levou o time por toda a série com jogadas sensacionais, pickoffs certeiros e um triple kill absurdamente inesperado no fim do último jogo que rendeu alguns minutos a mais de vida para o Titã da Obey Alliance.

O troféu framboesa de ouro vai para PANDALIKE, suporte da Obey que insistiu no pick de Silvano em todos os jogos, terminando com um frag de “0/muito/quase nada” em todas as partidas. Isso sem contar os erros de follow up, os mergulhos suicidas para cima dos inimigos e as mortes desnecessárias para salvar um CaptainTwig que insistia em bancar o homem-bomba pra cima da NRG.

Sobre a campanha dos nossos Intrépidos, resta dizer que foi na média. A INTZ começou surpreendendo e abrindo uma vantagem grande de kills no início do primeiro jogo contra a poderosa SoaR, acendendo a esperança nos corações BRs e mostrando que a evolução prometida nas entrevistas concedidas durante 2016 realmente começou. Mas a superioridade da SoaR apareceu na segunda metade da partida e derrubou a INTZ para as Lower Brackets, onde enfrentariam a chinesa HAPI.

E aí foi onde veio a decepção. A INTZ não estava eliminada após cair lutando bravamente contra a SoaR. Após o início daquele jogo, todos acreditavam (baseados no histórico dos Mundiais anteriores) que seria fácil derrubar os chineses da HAPI e seguir na competição (caso vencesse, a INTZ teria um caminho mais longo, mas continuaria com possibilidades de chegar até a final). Mas, inexplicavelmente, depois de fazer frente a um dos times mais fortes do mundo, a INTZ sofreu um atropelo da HAPI e foi o primeiro time a deixar o SWC 2017. O nome do culpado? INTZ. Apontar um ou outro seria protecionismo com os demais. O time apagou. Todos erraram.

Nos resta agora esperar o Mundial de 2018 e esperar que os times brasileiros consigam apoio suficiente para viver da profissão e possam ter a mesma carga horária de treinos que os gringos, pois o susto que a INTZ deu na SoaR e em todos nós só serviu para provar que temos gás pra bater em qualquer um. Só falta usar do jeito certo.

O post Mundial de SMITE: NRG eSports é campeã e INTZ é a primeira eliminada do torneio apareceu primeiro em X5TV.

]]>
/mundial-de-smite-nrg-esports-e-campea-e-intz-e-primeira-eliminada-do-torneio/feed/ 0
Entrevista | Kliz, Solo da INTZ fala sobre a preparação para o Mundial de 2017 /entrevista-kliz-solo-da-intz-fala-sobre-preparacao-para-o-mundial-de-2017/ /entrevista-kliz-solo-da-intz-fala-sobre-preparacao-para-o-mundial-de-2017/#respond Wed, 28 Dec 2016 14:02:08 +0000 /?p=8334 Estamos cada vez mais próximos do Mundial de SMITE que acontecerá em Janeiro, durante a Hi-Rez Expo 2017. Dando continuidade à série de entrevistas com os campeões da Brazil Gaming League, batemos um papo com o Solo Kliz sobre a rotina e a preparação da INTZ para enfrentar a SoaR logo de cara. X5TV: Você ...

O post Entrevista | Kliz, Solo da INTZ fala sobre a preparação para o Mundial de 2017 apareceu primeiro em X5TV.

]]>

Estamos cada vez mais próximos do Mundial de SMITE que acontecerá em Janeiro, durante a Hi-Rez Expo 2017. Dando continuidade à série de entrevistas com os campeões da Brazil Gaming League, batemos um papo com o Solo Kliz sobre a rotina e a preparação da INTZ para enfrentar a SoaR logo de cara.

X5TV: Você é conhecido por ser um Solo extremamente agressivo. Veremos esse “sangue no zóio” no Mundial ou vai rolar mais cautela da sua parte?
Kliz: Ser agressivo ou não depende muito do pick e do playstyle do meta atual, então não da para falar muito. Tento ser um Solo versátil e conseguir jogar tanto agressivo quanto passivo para ajudar o time.

X5TV: Vocês pretendem se fechar contra a SoaR e buscar contra ataques ou vão aplicar o mesmo jogo cheio de rotações que vimos durante toda a BGL?
Kliz: Estamos treinando para identificar o nosso estilo de jogar no patch atual e considerando o estilo de jogo dos oponentes, mas não vamos nos contentar em responder ao que os outros times fazem.Vamos fazer o nosso.

X5TV: Como anda a rotina de treinos da INTZ?
Kliz: Não é segredo que esta época não tem tantos scrims para os times BRs, ainda mais com a falha de qualificação da Isurus, que era um dos times que treinávamos bastante. Mas tivemos um número decente de scrims até agora e tem também a própria dedicação de jogar ligas/casuais.

X5TV: Algum deus mais recente vai entrar no seu god pool?
Kliz: Quem sabe 😉

X5TV: Você ainda sofre algum tipo de comparação com OReiTroll por parte dos fãs da INTZ mesmo depois de ter passado 2016 inteiro ocupando o cargo da Solo?
Kliz: No primeiro Split tinha bastante. Normal visto que era uma mudança recente. Hoje em dia não. Acho que eu sai de uma temporada bem ruim, que foi a segunda, para uma performance boa nesta terceira e isso permite que eu me sobressaia agora no cenário brasileiro.

O post Entrevista | Kliz, Solo da INTZ fala sobre a preparação para o Mundial de 2017 apareceu primeiro em X5TV.

]]>
/entrevista-kliz-solo-da-intz-fala-sobre-preparacao-para-o-mundial-de-2017/feed/ 0
Tockers é a nova contratação da RED Canids para 2017 /tockers-e-nova-contratacao-da-red-canids-para-2017/ /tockers-e-nova-contratacao-da-red-canids-para-2017/#respond Wed, 14 Dec 2016 20:20:29 +0000 /?p=8329 A RED Canids nesse ultimo mes tem contratado players de altíssimo nível, depois de BrTT a vez é de Gabriel “Tockers” Claumann. Agora a equipe vem ainda mais forte para o próximo ano, com chances ainda maiores de levarem o título de campeão do primeiro split do CBLOL para casa. “Estamos muito felizes em poder ...

O post Tockers é a nova contratação da RED Canids para 2017 apareceu primeiro em X5TV.

]]>

A RED Canids nesse ultimo mes tem contratado players de altíssimo nível, depois de BrTT a vez é de Gabriel “Tockers” Claumann.

Agora a equipe vem ainda mais forte para o próximo ano, com chances ainda maiores de levarem o título de campeão do primeiro split do CBLOL para casa.

“Estamos muito felizes em poder contar com mais esse nome de peso para nosso elenco. Com o Tockers, fechamos nossa Line-up para o primeiro split e estamos indo para o topo.” Afirmou Felippe Corradini, CEO da RED Canids em nota exclusiva para a o site ‘PlayerLink’.

123132123

Com a entrada de Tockers a RED Canids fica da seguinte forma:

Leonardo “Robo” Souza – Top

Carlos “Nappon” Rücker – Jungle

Felipe “Yoda” Noronha – Mid

Bruno “Brucer” Pereira – Mid

Gabriel “Tockers” Claumann – Mid

Felipe “brTT” Gonçalves – AD Carry

Gustavo “Sacyr” Rossi – AD Carry

Hugo “Dioud” Padioleau – Support

Fayan “Gevous” Pertijs  – Coach

 

Fonte: PlayerLink

O post Tockers é a nova contratação da RED Canids para 2017 apareceu primeiro em X5TV.

]]>
/tockers-e-nova-contratacao-da-red-canids-para-2017/feed/ 0
INTZ revela jogadores que vão compor line-up no CBLoL 2017 /intz-revela-jogadores-que-vao-compor-line-up-no-cblol-2017/ /intz-revela-jogadores-que-vao-compor-line-up-no-cblol-2017/#respond Tue, 06 Dec 2016 01:09:14 +0000 /?p=8321 Após especulações e transferências inesperadas, o INTZ e-Sports Club revelou nesta segunda-feira (05) os jogadores que vão compor a line-up, no 1º Split do Campeonato Brasileiro de League of Legends 2017. Na nota de divulgação, o INTZ adverte que a demora para anunciar o time aconteceu, visto que, as decisões só foram finalizadas hoje. De ...

O post INTZ revela jogadores que vão compor line-up no CBLoL 2017 apareceu primeiro em X5TV.

]]>
(Foto: Divulgação/INTZ)
(Foto: Divulgação/INTZ)

Após especulações e transferências inesperadas, o INTZ e-Sports Club revelou nesta segunda-feira (05) os jogadores que vão compor a line-up, no 1º Split do Campeonato Brasileiro de League of Legends 2017.

Na nota de divulgação, o INTZ adverte que a demora para anunciar o time aconteceu, visto que, as decisões só foram finalizadas hoje. De acordo com o comunicado, a escolha do time foi realizada através de uma ‘peneira’, que definiu jogadores titulares e reservas.

“Foram dezenas de clubes e atletas internacionais contatados e centenas de inscrições avaliadas em nossa peneira. Usamos todo o tempo disponível para tomar a decisão correta”, declarou o INTZ.

Após a saída Yang, Revolta e Tockers, a organização se sentiu obrigada a estruturar a line-up e apostar em novos talentos.

*Titulares

Marcelo “Ayel” Mello
Gabriel “Turtle” Peixoto
Bruno “Envy” Farias
Micael “micaO” Rodrigues (c)
Luan “Jockster” Cardoso

*Reservas

Álvaro “Verto” Miguel
Diogo “Shini” Rogê
João “Marf” Luís
Luan “sNk” Almeida
Daniel “Daniels” Marcon

*Comissão Técnica

Peter Dun (head coach)
Claudio Godoi (mind coach)
Vinícius Dutra (manager/coach)
Caique Henriques (manager)

O post INTZ revela jogadores que vão compor line-up no CBLoL 2017 apareceu primeiro em X5TV.

]]>
/intz-revela-jogadores-que-vao-compor-line-up-no-cblol-2017/feed/ 0
Destino de “Fnx” é definido, jogador continuará na SK Gaming como reserva /destino-de-fnx-e-definido-jogador-continuara-na-sk-gaming-como-reserva/ /destino-de-fnx-e-definido-jogador-continuara-na-sk-gaming-como-reserva/#respond Tue, 06 Dec 2016 00:22:54 +0000 /?p=8317 Conforme anunciado no domingo (04), o destino do jogador Lincoln ‘fnx’ Lau, foi definido na noite de hoje. De acordo com o comunicado divulgado pela SK Gaming, o jogador está sendo transferido de titular da line de Counter-Strike: Global Offensive para reserva do time. Até o momento, este é o posicionamento anunciado pela organização. Ainda ...

O post Destino de “Fnx” é definido, jogador continuará na SK Gaming como reserva apareceu primeiro em X5TV.

]]>

Conforme anunciado no domingo (04), o destino do jogador Lincoln ‘fnx’ Lau, foi definido na noite de hoje. De acordo com o comunicado divulgado pela SK Gaming, o jogador está sendo transferido de titular da line de Counter-Strike: Global Offensive para reserva do time. Até o momento, este é o posicionamento anunciado pela organização.

Ainda na nota, a empresa declara que a equipe vai jogar com o veterano Ricardo ‘fox’ Pacheco, que será o substituto de “fnx” nos próximos eventos.

“Lincoln foi crucial em nosso sucesso, ele foi uma das peças importantes que nos levou a alcançar as coisas que fizemos no ano passado. Nossa equipe só pode ser bem sucedida quando todos os jogadores estão trabalhando constantemente para o mesmo objetivo. Ultimamente, não parecia que todos tivessem a mesma visão. Uma equipe vive de momentos bons e difíceis durante os quais você precisa de motivação especial, trabalho árduo e compromisso total para voltar para onde você quer estar. Todo mundo, inclusive Lincoln, tentou nos últimos meses consertar essa situação, mas sentimos que uma mudança era um passo necessário para o desenvolvimento como uma equipe “, disse o capitão Gabriel ‘Fallen’ Toledo, na nota sobre a recolocação de “Fnx”.

O novo jogador será Ricardo ‘fox’ Pacheco, ex-jogador do Clã FaZe. A nacionalidade portuguesa de Ricardo permite uma fácil comunicação com a equipe formada por brasileiros. Ainda no comunicado, a organização adverte que a experiência do player será um valioso ingresso nas finais ECS em Anaheim, em dezembro e no próximo Major.

Após uma breve pausa de Natal, o time incluindo ‘fox’, viajará para Colônia, Alemanha, para se preparar para o ELEAGUE, major em Atlanta, Geórgia, em janeiro.

Até o momento, o jogador Lincoln ‘fnx’ Lau, não se pronunciou sobre o assunto. Confira a nota completa da SK Gaming neste link.

O post Destino de “Fnx” é definido, jogador continuará na SK Gaming como reserva apareceu primeiro em X5TV.

]]>
/destino-de-fnx-e-definido-jogador-continuara-na-sk-gaming-como-reserva/feed/ 0
Brasileiro com melhor classificação na Capcom Cup: Keoma comenta deslizes de 2016 e planeja treinar fora do país /brasileiro-com-melhor-classificacao-na-capcom-cup-keoma-comenta-deslizes-de-2016-e-planeja-treinar-fora-do-pais/ /brasileiro-com-melhor-classificacao-na-capcom-cup-keoma-comenta-deslizes-de-2016-e-planeja-treinar-fora-do-pais/#respond Mon, 05 Dec 2016 19:24:50 +0000 /?p=8247 Há sete anos, Keoma Pacheco deixou o Street Fighter IV ocupar um espaço importante em sua vida. No entanto, apesar de dedicar seu tempo ao jogo de luta, o gaúcho de Gravataí (RS) demorou para ingressar na cena competitiva. O motivo: na época o cenário competitivo de jogos de luta não era muito grande. As ...

O post Brasileiro com melhor classificação na Capcom Cup: Keoma comenta deslizes de 2016 e planeja treinar fora do país apareceu primeiro em X5TV.

]]>

Há sete anos, Keoma Pacheco deixou o Street Fighter IV ocupar um espaço importante em sua vida. No entanto, apesar de dedicar seu tempo ao jogo de luta, o gaúcho de Gravataí (RS) demorou para ingressar na cena competitiva. O motivo: na época o cenário competitivo de jogos de luta não era muito grande. As portas começaram a se abrir recentemente.

Jogador profissional desde 2015, Keoma acumula títulos locais e vários participações em torneios, com direito ao prêmio do “Ultra Street Fighter IV”, na Brasil Game Show (BGS) 2015. O pro-player também representou o país na Capcom Cup 2015, na qual ocupou o 7º lugar no torneio mundial oficial do game de luta. Sem dúvida, neste campeonato ele escreveu o seu nome e o do Brasil na história do cenário competitivo de Street Fighter IV.

Aos 26 anos de idade, o gaúcho deu outro grande passo na carreira e resolveu fazer parte da organização Team Innova, contratação efetuada no início deste ano. Atualmente, o jogador se prepara para seu próximo desafio, o Street Grand Battle em Lyon, na França, que acontece em fevereiro.

“Realmente, é um torneio no qual eu peguei terceiro lugar na edição passada, eu gostaria de saber o quão longe posso chegar agora nessa nova geração de SFV”, expressou.

O interesse por jogos de luta sempre foi constante na vida de Keoma. No entanto, Street Fighter IV foi um dos games que despertou sua curiosidade e vontade de ingressar no universo de Fighting Games. Ele relata que desde pequeno sempre teve um contato bastante intimo com essa modalidade, um exemplo, é Mortal kombat 2, na qual jogou de forma não profissional até 2007.

“Meus resultados não foram tão bons e fortes no primeiro semestre”, diz Keoma 

Keoma durante a Capcom Cup 2015. (Foto: Divulgação/Redbull)
Keoma durante a Capcom Cup 2015. (Foto: Divulgação/Redbull)

O que poucos sabem sobre o jogador de Street Fighter V é que recentemente ele passou por uma fase difícil na carreira. No primeiro semestre deste ano, ele considera que seus resultados não foram tão bons, e que a razão pode estar relacionada a falta de confiança em seu potencial.

“Eu não tinha noção o quão forte eu me tornei, principalmente o tempo que eu fiquei em São Paulo”.

Em outubro deste ano, o jogador ficou em São Paulo treinando para as finais regionais latino-americana da Capcom Pro Tour 2016 (CPT Latam), que dava uma vaga direta para a Capcom Cup.

“Inclusive, em outubro, eu tive um salto muito grande de habilidade, e isso passou despercebido, eu não tinha confiança o bastante no meu jogo para a Capcom Cup, justamente por ter noção do quão habilidosos os meus oponentes eram, mas depois refletindo, eu tive que vencer duas pessoas que estavam classificadas para a final regional, “demibyk” jogador do chile, e Diego “Dark” Lins, que me venceu na final do Treta 2016. Então, isso quer dizer que eu estou no nível deles, supostamente, isso começou a ampliar minha confiança”, disse ao refletir sobre seu desempenho.

“Quando a cobrança é pelo motivo errado”

street_fighter_5_karin_tgs_7

Na visão de Keoma, e de jogadores internacionais de Street Fighter V, o mal rendimento de um jogador pode estar relacionado a forma que ele encara seu objetivo e resultado em cada jogo.

“Meus resultados não foram tão bons e fortes no primeiro semestre, eu acabei jogando pelo motivo errado, procurei ver o resultado antes de refletir um pouco, justamente sobre coisas que eu tinha de sobra na temporada passada, inclusive na Capcom cup na qual sempre tive confiança de jogar o meu jogo 100%”, confessou.

Ele notou o baixo rendimento em jogo, quando reparou que a temporada veio recheada de derrotas em campeonatos. Em eventos locais, o jogador acabou perdendo grande parte deles, o levando a uma taxa de vitórias razoavelmente baixa, algo que ele compara com seu retrospecto nos últimos anos.

“Em 2010 foi a última vez que eu perdi um campeonato local, então eu fiquei seis anos sem perder um torneio local, e a pior colocação que eu tive até o ano passado foi top 3, então, se a gente parar para pesar meramente em números e apenas em resultado, bem a pior coisa que me aconteceu em um torneio nacional foi terceiro lugar, e isso acaba gerando uma cobrança”, explicou.

Para Keoma, essa cobrança tirou um pouco da sua perspectiva do que é estar fora do pódio de um campeonato.

“Eu não vou ganhar tudo, por que basicamente não deveria ser assim, a gente está em processo de aprendizado onde tudo agora é simplesmente experiência, e independentemente dos resultados, estamos procurando algo a longo prazo. No fim da temporada eu acabei convertendo em um bom resultado, terceiro lugar no latino americano, foi ai que eu parei para perceber que eu só deveria ter a responsabilidade de jogar 100% do que eu sou capaz”.

Keoma releva que o livro “The Will to Keep Winning”, que conta a trajetória do jogador, Daigo “The Beast” Umehara, lhe ajudou a superar a fase ruim nos últimos campeonatos. Basicamente, o livro relata a história de Daigo até 2016, a mentalidade do competidor, recaídas e o período que ele parou de jogar.

“Me ajudou a entender que boa parte do que aconteceu comigo esse ano como competidor, é completamente normal, e não deveria afetar minha confiança na hora de jogar”, declarou ao falar do livro.

Nível de jogador nacional e internacional  

13769495_10210191177395096_7278077656123392325_n

De acordo com Keoma, a metodologia e estilo de jogo é o que difere o nível de jogadores brasileiros e internacionais. Ao citar a estrutura de jogo do japonês “Daigo”, e jogadores da mesma nacionalidade, ele denomina como introspectivo. Keoma acredita que o japonês procura muito o erro dento de si, e não existe um momento que o jogador não pare de pensar o porquê aquilo aconteceu.

“Muitas vezes o pessoal não procura isso, os jogadores internacionais se cobram mais, eles tem essa cobrança de maneira positiva. No livro, o Daigo  explica bastante sobre esse processo da vontade de se tornar mais forte, não simplesmente querer vencer, ele não tem como objetivo final se tornar um campeão mundial, e basicamente explica o processo de querer se tornar um campeão. Ele quer sempre ter potencial para ser campeão mundial, isso é uma mentalidade bastante exclusiva dele, digamos que o pessoal não costuma ter esse pensamento a tão longo prazo, ele quer se manter pronto para ganhar o mundo. O pessoal simplesmente quer chegar e ganhar o mundo uma vez, e quando ganham querem pensar em o que que vem depois com calma, ele já projeta muito além do que os outros jogadores”.

Cenário

A série Street Fighter completou em agosto, 29 anos de vida, mas embora a franquia tenha toda essa idade, o cenário competitivo ainda é jovem em relação a outras modalidades de jogos. No entanto, as portas começaram a se abrir recentemente, por volta de 2013 e depois do título da Capcom Cup e Capcom Tour 2015, fato que acabou alertando algumas organizações e ofereceu mais visibilidade para o cenário de Street Fighter.

“Estamos ganhando reconhecimento constante, em especial agora com o Thomas, ele classificou para a Capcom Cup deste ano, é a quarta representação nacional consecutiva, então a gente já pode ser visto como uma potência do Street Fighter internacional, o pessoal tá começando a perceber isso. Sabe aquele contato que a gente não tinha antes, agora a gente tem, por exemplo, eu entrando para a Team Innova e tendo mais contato com o esports como um todo, com isso a gente tem como mostrar o que tem o cenário competitivo de SFV”.

Vale lembrar que o jogador Thomas “Brolynho” Proença, é a nova contratação do cenário internacional de jogos de luta. O cyber-atleta foi contratado recentemente para fazer parte da organização FlipSid3 Tactics, se tornando o primeiro jogador de Fighting Games a ser patrocinado por um time internacional. Com certeza, o acontecimento dará mais visibilidade para o cenário brasileiro de jogos de luta.

O treino de jogadores de Street Fighter 

O jogador de Street Fighter tem um treinamento totalmente diferente do modelo tradicional seguido por outras equipes. Por se tratar apenas de um jogador a cobrança e o foco são mais intensos. Diferente de outras modalidades que são formadas por mais de um player, onde cada um pode auxiliar o parceiro de time, em Street Fighter não existe uma rotina especifica em relação ao treino, a maioria dos jogadores tem emprego de meio período, e ainda tem a faculdade, a vida comum e a carreira de jogador de fighting games caminham ao mesmo tempo. Obstáculo que muitas vezes limita a vida do cyber-atleta.

“O pessoal acaba jogando só no tempo livre, não é uma atividade primária e o nível de dedicação acaba sendo bastante extremo. Se for parar para pensar, na minha rotina de treino, eu atualmente sou um jogador profissional, então eu tenho a minha rotina de treino e mesmo assim eu sei respeitar quando ela não rende, é como ser um freelancer, então uma das habilidade que o jogador precisa ter, é entender quando o rendimento dele não está sendo bom e identificar a causa disso. Algumas vezes pode ser simplesmente estresse, pode ser questão do jogador está jogando tempo demais ou em uma sessão muito longa. Por exemplo, eu já cheguei a jogar uma sessão de 14 horas, e isso não foi muito bom, mas existem situações das quais isso pode ser importante como memorização, criar costume de executar uma estratégia em particular, e esse é um dos momentos que o treinamento intensivo acaba ajudando”.

Na teoria os jogadores teriam que treinar apenas oito horas por dia, mas com a dificuldade do jogador conciliar emprego, estudo, e carreira, definir a extensão do treino é muito importante, porém é o jogador que deve ter consciência que as vezes ultrapassar o limite nem sempre pode ser produtivo.

“Mas, quando se trata de nível alto de competição envolve muito a mentalidade dos jogadores, do jogo, estudar a estratégia, parar para pensar no que tá acontecendo, é muito difícil conseguir se manter 100% focado usando 100% da concentração por mais de algumas horas, então acaba sendo um pouco mais curto e limitado, por isso é sempre bom respeitar o limite do corpo e ver até onde a gente pode chegar, mantendo 100% do foco”.

O desejo e convite para treinar fora do país  

wmx-1000x666x4-571faffa31020023fab2447caee7f5a3ae09e26bee5fe

Dias antes do Red Bull Kumite, sediado na Salle Wagram, em Paris, Keoma Pacheco recebeu um convite para treinar fora do Brasil. De acordo com o jogador, o convite surgiu através de um conhecido da Coréia do Sul. Como ainda é algo indefinido, ele preferiu não dizer a origem da proposta. 
No entanto, ele não descarta a possibilidade de treinos mais intensos com outras nacionalidades. A intenção é que isso aconteça na temporada de 2017, principalmente pelo desejo de jogar todos os eventos do circuito latino americano, além de fortalecer seu jogo e chegar ao nível de competição mundial.

“Eu pretendo sim, pelo menos um período de treinos no exterior, seria extremamente importante pelo que vi nas minhas experiências internacionais este ano, que foram o Red Bull Kumite e a EVO 2016, neles eu tive a oportunidade de jogar com gente do mais alto nível, enfrentei o Daigo, treinei com jogadores como Hajime “Tokido” Taniguchi, e tive a chance de jogar com o top três do mundial da Evo “Yukadon”.

“Temos jogadores de altíssimo nível vindos de todas as parte do mundo, no caso da Red bull e EVO foi um período de dois há três dias, e treinar com eles acabou me dando um salto muito grande em termos de habilidade e perspectiva de jogo. A gente sabe que o japão é a maior potência do Street Fighter mundial, e isso acaba me dando a oportunidade de ver qual é o mais alto nível, eles com certeza têm a habilidade de enxergar quais são as brechas em um jogo, e isso vai me forçar a pensar em treinar lá fora e estudar mais”.

Seu próximo desafio será Street Grand Battle (SGB) em Lyon, na França, que acontece em fevereiro.

“É um torneio que eu tenho bastante prestigio por ele, eu gostaria de participar, e gostaria de estar muito mais forte, então não acho que eu vou ter muito tempo para descansar se eu tivesse um período para treinar pré-temporada, eu acho que seria daqui até a SGB”, concluiu.

Curiosidades (O dia do Akuma) 

(Liberado Gameplay de Akuma, novo personagem de Street Fighter V)

O estudo de Street Fighter é algo interessante, pois requer dedicação para aprender e entender as várias camadas que envolve o game, algo que começa a partir da memorização dos comandos e ataques dos personagens. Cada lutador tem propriedades únicas dentro do jogo, botões básicos, ataques de comando, ataques no ar, além dos ataques especiais, algo que muda muito de personagem para personagem. Por isso, toda vez que é lançado um novo lutador, os jogadores de Street Fighter criam o dia do personagem, param tudo para se dedicar inteiramente as descobertas do possível “adversário”. Foi assim que aconteceu com o “Alex” e certamente será assim com Akuma, o mais novo lutador de Street Fighter V.

“Quando aparece um personagem, nós paramos tudo o que estamos fazendo para estudar, é literalmente assim, uma técnica comum, um método comum do jogador. O Alex, por exemplo, paramos tudo que estávamos fazendo e falamos, vamos ver o que o Alex pode fazer, tiramos o dia do Alex”.

Ao surgir um novo personagem, também surgem os questionamentos. “O que ele pode fazer, o que ele tem, qual o potencial dele, o que o jogador de Alex tá procurando? Por que não só isso determina a perspectiva do jogador de Alex, mas ajuda a encontrar em que momento, em que ponto o Alex é fraco ou onde dá para explorar uma abertura”, explicou.

Antes do torneio Street Grand Battle em Lyon, na França, ainda este ano, Keoma irá participar da Expo Fantastic, que acontece de 16 a 18 de novembro no Centro Cultural Estação Mapocho, em Santiago de Chile, no Chile. O jogador Thomas “Brolynho” Proença também foi convidado. Vale lembrar que o brasileiro foi o único classificado para representar o país na Capcom Cup 2016, em Anaheim, nos Estados Unidos.

*Durante o período que Keoma esteve em São Paulo, pude acompanhar um pouco de sua rotina, e apesar de transparecer ser uma pessoa séria, ele é engraçado e 100% centrado em seus objetivos. Nas horas vagas gosta de jogar Overwatch, Pump it Up e StepMania e Final Fantasy XV, que atualmente é seu jogo favorito. Outra característica marcante do jogador que poucos devem saber, ele é autodidata. Além do inglês fluente, ele também aprendeu um pouco de japonês, ainda não fala fluentemente, mas entende com facilidade. A organização Innova, o define como um atleta completo, focado, habilidoso e profissional, que deve ser referência para todos que sonham em ser pro-player.

O post Brasileiro com melhor classificação na Capcom Cup: Keoma comenta deslizes de 2016 e planeja treinar fora do país apareceu primeiro em X5TV.

]]>
/brasileiro-com-melhor-classificacao-na-capcom-cup-keoma-comenta-deslizes-de-2016-e-planeja-treinar-fora-do-pais/feed/ 0
“NuckleDu” é o campeão da Capcom Cup 2016; brasileiro é eliminado no início da competição /nuckledu-e-o-campeao-da-capcom-cup-2016-brasileiro-e-eliminado-no-inicio-da-competicao/ /nuckledu-e-o-campeao-da-capcom-cup-2016-brasileiro-e-eliminado-no-inicio-da-competicao/#respond Mon, 05 Dec 2016 15:14:05 +0000 /?p=8288 O jogador norte-americano, Du “NuckleDu” Dang foi o campeão da Capcom Cup 2016, a final mundial de Street Fighter V, realizada de 2 a 3 de dezembro, em Anaheim- Califórnia, nos Estados Unidos. O jogador da Team Liquid derrotou a jogadora Ricki Ortiz, da organização Evil Geniuses, por 3 a 1. Organizada pela Capcom USA, o mundial ...

O post “NuckleDu” é o campeão da Capcom Cup 2016; brasileiro é eliminado no início da competição apareceu primeiro em X5TV.

]]>

O jogador norte-americano, Du “NuckleDu” Dang foi o campeão da Capcom Cup 2016, a final mundial de Street Fighter V, realizada de 2 a 3 de dezembro, em Anaheim- Califórnia, nos Estados Unidos. O jogador da Team Liquid derrotou a jogadora Ricki Ortiz, da organização Evil Geniuses, por 3 a 1.

Organizada pela Capcom USA, o mundial de Street Fighter V reuniu os 32 melhores jogadores do mundo inteiro neste final de semana, no evento PlayStation Experience 2016.

Ao longo de dois dias de extensas competições, o torneio revelou o melhor jogador do ano de 2016 em Street Fighter V, e pela primeira vez na história dois competidores norte-americanos chegaram a final. Ao todo a premiação total da competição chegou a mais de US$ 350 mil.

Confira o vídeo com a vitória de Du “NuckleDu” Dang, na Capcom Cup 2016.

Jogadores Top 8 da competição:

1º – Du “NuckleDu” Dang
2º – Ricki Ortiz
3º – Ryota “Kazunoko” Inoue
4º – Tatsuya “Haitani” Haitani
5º/6º – Keita “Fuudo” Ai
5º/6º – Joe “MOV” Egami
7º/8º – Fujimura “Yukadon” Atsushi
7º/8º – Goichi “Go1” Kishida

A tabela da competição com a classificação de cada jogador na Capcom Cup 2016, está disponível neste link.

Brasil na Capcom Cup 2016

20161203-1936531_nkfe
Mundial de Street Fighter V, evento realizado no PlayStation Experience 2016, em Anaheim, Califórnia, nos Estados Unidos.

O jogador Thomas “Brolynho” Proença foi o representante brasileiro na Capcom Cup 2016, mas perdeu as duas primeiras partidas para Joe “MOV” Egami e depois para o fenômeno japonês, Daigo Umehara. “Brolynho” se classificou para o Capcom Cup 2016 depois de vencer o primeiro lugar no ranking da América Latina. Vale lembrar que o brasileiro fez história ao derrotar o sul-coreano Infiltration, campeão da EVO 2016, denominado um dos melhores jogadores do mundo.

*No evento PlayStation Experience 2016, foi anunciado o novo gameplay de Akuma, Marvel vs capcom Infinite, além do Ultimate Marvel vs Capcom 3, que ganhará uma versão para PlayStation 4Xbox One PC em março de 2017.

O post “NuckleDu” é o campeão da Capcom Cup 2016; brasileiro é eliminado no início da competição apareceu primeiro em X5TV.

]]>
/nuckledu-e-o-campeao-da-capcom-cup-2016-brasileiro-e-eliminado-no-inicio-da-competicao/feed/ 0
A faca do CS:GO mais cara do mundo custa mais de 300 mil reais!! /faca-do-csgo-mais-cara-do-mundo-custa-mais-de-300-mil-reais/ /faca-do-csgo-mais-cara-do-mundo-custa-mais-de-300-mil-reais/#respond Mon, 05 Dec 2016 14:41:08 +0000 /?p=8287 Que temos skins de Counter Strike caras isso todo mundo sabe mas acredite, um comprador efetuou uma troca de mais de 300 mil reais! A faca em questão é uma Karambit nova de fábrica ‘blue gem’, você de estar se perguntando: Por que alguém pagaria tanto por um item digital e por que tanto por ...

O post A faca do CS:GO mais cara do mundo custa mais de 300 mil reais!! apareceu primeiro em X5TV.

]]>

Que temos skins de Counter Strike caras isso todo mundo sabe mas acredite, um comprador efetuou uma troca de mais de 300 mil reais!

A faca em questão é uma Karambit nova de fábrica ‘blue gem’, você de estar se perguntando: Por que alguém pagaria tanto por um item digital e por que tanto por uma única faca? Bem vamos dar uma breve explicação de o porque do valor ser tão alto por essa faca.

Blue Gems:

Blue gems são skins azuladas como o nome sugere e que só aparecem em skins aquecimento de aço (Case Hardened), todas skins tem um padrão a ser seguido quando abrimos uma caixa e vem alguma skin Case Hardened a skin pode vir com muito amarelo, com pouco, com partes rosa e isso depende exclusivamente da sorte, blue gems como já sugere o nome são armas ou facas que vem com uma grande parte de azul e só são consideradas blue gems caso tenham mais de 85% de seu corpo azul. A porcentagem de cair uma ‘blue gem’ é bem baixa e isso encarece o preço delas no mercado. untitled

O chinês que se considera ‘O rei das blue gems’ e que preferiu não ser identificado comprou a karambit blue gem pelo valor de 100 mil dólares, o valor tão cheio é por conta de um fator único, essa faca é a unica ‘blue gem’ nova de fábrica do mundo! Ela tem uma aparência lindíssima e até um pouco menos azul do que as com uma condição menor e pessoas que vivem trocando dizem que o valor é realmente somente pela exclusividade de ter a unica do mundo já que existem ‘blue gems’ muito mais bonitas.

645656

E você? Teria coragem de comprar um item digital tão caro? Comente aqui embaixo sua opinião:

O post A faca do CS:GO mais cara do mundo custa mais de 300 mil reais!! apareceu primeiro em X5TV.

]]>
/faca-do-csgo-mais-cara-do-mundo-custa-mais-de-300-mil-reais/feed/ 0
SMITE: Capitão Nann fala sobre a preparação da INTZ para o Mundial /smite-capitao-nann-fala-sobre-preparacao-da-intz-para-o-mundial/ /smite-capitao-nann-fala-sobre-preparacao-da-intz-para-o-mundial/#respond Fri, 02 Dec 2016 17:37:00 +0000 /?p=8266 Com pouco mais de um mês para o Mundial de SMITE na Hi-Rez Expo 2017 em Atlanta, os intrépidos da INTZ continuam a todo vapor se preparando para os confrontos que terão início no dia 5 de Janeiro. Vencido o fantasma do presencial e, dessa vez com o time completo, a esperança de uma melhor ...

O post SMITE: Capitão Nann fala sobre a preparação da INTZ para o Mundial apareceu primeiro em X5TV.

]]>

Com pouco mais de um mês para o Mundial de SMITE na Hi-Rez Expo 2017 em Atlanta, os intrépidos da INTZ continuam a todo vapor se preparando para os confrontos que terão início no dia 5 de Janeiro. Vencido o fantasma do presencial e, dessa vez com o time completo, a esperança de uma melhor colocação é grande. Conversamos com o jungler e capitão da equipe, Nann, para saber como está sendo o período de preparação do time. Confira:

 

X5TV: Como está a preparação do time?
Nann: Tiramos um tempo para assistir os campeonatos internacionais e ver como eles estavam jogando. Agora já voltamos aos treinos.

 

X5TV: Vocês estão de olho no cenário internacional para estudar as estratégias dos seus possíveis adversários?
Nann: Sim. Vimos que cada time tem seu estilo de jogo e suas preferências e já pensamos em algo que seja bom contra cada um deles.

 

X5TV: Qual a sensação de finalmente levar o time completo para Atlanta? Pressão pelo resultado ou alívio pela segurança?
Nann: É um alívio, um sentimento bom de estar ao lado de jogadores que treinaram e se ajudaram durante esse tempo.

 

X5TV: Em que momento da Final vocês sentiram que o jogo era de vocês?
Nann: Na realidade, a gente foi muito confiante como sempre, mas com mais foco e pé no chão. Sabíamos que éramos capazes.

 

X5TV: Há algum time que vocês gostariam de evitar nas rodadas iniciais do Mundial?
Nann: Acho legal poder enfrentar os melhores times do mundo, mas com certeza, até a gente pegar o embalo, acho que seria bom não ter que enfrentar NGR, EGR ou SOAR. Mas a primeira partida será contra a SOAR! Haha…

 

X5TV: A INTZ está treinando em scrims?
Nann: Sim.

 

X5TV: Muita água passou por debaixo da ponte desde a última vez em que vocês estiveram em Atlanta. Quais as expectativas para o Mundial?
Nann: As expectativas sempre são as melhores. Só quem vai e tem conhecimento sabe o quão difícil é ter um bom resultado contra os times de fora. Mas estamos nos preparando bem e esperamos conseguir alguns bons resultados!

 

31048050321_4ff186d23e_k

 

O Mundial de SMITE será realizado durante a Hi-Rez Expo, de 5 a 8 de Janeiro de 2017, nos Estados Unidos, na cidade de Atlanta, e contará com times de todos os servidores, NA, EU, LatAm, Brasil, China e Oceania.

O post SMITE: Capitão Nann fala sobre a preparação da INTZ para o Mundial apareceu primeiro em X5TV.

]]>
/smite-capitao-nann-fala-sobre-preparacao-da-intz-para-o-mundial/feed/ 0
‘CS:GO’: Por que adesivos do Katowice 2014 são tão raros e caros? /csgo-por-que-adesivos-do-katowice-2014-sao-tao-caros/ /csgo-por-que-adesivos-do-katowice-2014-sao-tao-caros/#respond Thu, 01 Dec 2016 14:59:49 +0000 /?p=8234 Quem negocia skins no mercado de Counter Strike Global Offensive sabe o quanto os adesivos do campeonato da ESL Katowice 2014 são valiosos. Mas você sabe o por que? Deixa que a gente explica. Em 2014 foi o ano que começaram grandes times a surgir no cenário do CS:GO mundial, também no mesmo ano que ...

O post ‘CS:GO’: Por que adesivos do Katowice 2014 são tão raros e caros? apareceu primeiro em X5TV.

]]>

Quem negocia skins no mercado de Counter Strike Global Offensive sabe o quanto os adesivos do campeonato da ESL Katowice 2014 são valiosos. Mas você sabe o por que? Deixa que a gente explica.

Em 2014 foi o ano que começaram grandes times a surgir no cenário do CS:GO mundial, também no mesmo ano que incrementaram os adesivos de times dentro do jogo, isso junto com outros motivos fizeram com que os adesivos lançados sejam tão caros e escassos no mercado.

Um dos motivos que os colecionadores dão para o valor tão alto é justamente a beleza do adesivo, já que o adesivo não tem nenhum tipo de objeto no fundo da logo da equipe como os anos posteriores, apenas a logo da equipe e escrito ”Katowice 2014”, o que acaba os fazendo ficar perfeito em qualquer arma que você colocar.

53239
(ESL Katowice 2014.)
(ESL Katowice 2015.)
(ESL Katowice 2015.)

Outro fator que fez encarecer bastante o adesivo foi por conta de um caso envolvendo a equipe iBuyPower por entregas de jogos em troca de grandes valores no site csgolounge.com, Bem na época todos já sabiam que o preço subiria, mas em dois anos o preço simplesmente ultrapassou o esperado, o adesivo holográfico da iBuyPower pode ser encontrado por nada mais nada menos que R$7,500. Caro né? Bem se você quer economizar um pouco, pode comprar o adesivo holográfico da Titan, a equipe terminou suas atividades no meio do ano e depois disso os preços simplesmente foram para a lua, para termos uma ideia hoje na steam tem cerca de 13.759 encomendas para esse sticker e as ofertas são de mais de 8 mil reais!111111

Vale lembrar que no lançamento dos stickers todo mundo que comprava se não boa parte colavam seus adesivos nas armas, já que era novo e você queria deixar diferente do restante das armas da loja, com isso fez com que a demanda de stickers raros como iBuyPower, Titan, Fnatic ficassem escassas e quem guardou algum aumentou o valor pelo preço que quisesse.

Loucura pagar isso tudo em um misero adesivo certo? Bem, tem gente que leva eles muito a sério e fazem disso um negócio muito vantajoso.

O post ‘CS:GO’: Por que adesivos do Katowice 2014 são tão raros e caros? apareceu primeiro em X5TV.

]]>
/csgo-por-que-adesivos-do-katowice-2014-sao-tao-caros/feed/ 0