Página inicial / e-Sports / Crossfire / ‘CrossFire’: A surpreendente campanha da Rude Game!

‘CrossFire’: A surpreendente campanha da Rude Game!

No início da temporada a equipe da Rude Game subiu para a Elite League pela vice colocação da Série de Acesso. Muitos acreditavam em uma campanha mediana da equipe, entretanto de um simples azarão, ela já se tornou uma das favoritas pela disputa do título.

Apresentando jogos espetaculares desde o começo da temporada e demonstrando um domínio excepcional no mapa da México, aos poucos a equipe foi crescendo e ganhando o seu espaço entre os grandes.

Próximo do final do primeiro turno Max “mxm” Marques, que é um dos melhores jogadores do Brasil, entrou na equipe e a partir desse momento o time passou a crescer exponencialmente a cada jogo e estatisticamente vem marcando presença nas melhores colocações do ranking dos jogadores.

Atualmente, mxm lidera o ranking com 1,40 de K/D e o seu companheiro de equipe, Bernardo “Guedes” Costa, se encontra na segunda colocação do ranking de Attack Points com 166 pontos, que é uma das formas mais eficientes de medir o rendimentos dos jogadores.

O trio de maior destaque da Rude Game é formado pelos jogadores mxm, dunhill (atualmente conhecido como ruunt) e guedes; onde ambos conseguem garantir performances constantes em todos os resultados da equipe. Todavia mesmo sem eles, o time também contém o jogador revelação do campeonato, Yuri “twozin” Agostini, que vem se mostrando um cyber-atleta experiente e de muita habilidade individual.

Dessa forma, as expectativas de uma possível classificação para os playoffs são altíssimas e ainda maiores para um bom rendimento na etapa presencial, que vai acontecer no dia 8 de outubro na MAX5.

Portanto aproveitando a boa fase da equipe, perguntamos ao seu capitão, Duanne “2Dms” Moraes, sobre a excelente campanha na Elite League e quais são as expectativas para a etapa presencial. Segundo ele:

O que melhorou muito o time foi o fato do Max ter entrado, independente do que aconteceu, ele agregou muito ao time. Depois de sua volta ficamos com medo do time ficar desunido, mas isso não aconteceu, nós conversamos e nos unimos. Estamos nos dedicando muito e com isso o entrosamento vem. Viemos treinando bastante, com uma carga horária das 19h às 1h da manhã.

Sobre a expectativa para os playoffs, acredito que vai ser a mesma coisa que na internet, vamos manter o nosso jogo e a experiência do dunhill, mxm e guedes na etapa presencial vai nos ajudar bastante para isso. Mas o que é mais importante é que todos são antigos nos jogo e independente da partida, todos aparecem na hora certa.  O verdadeiro segredo é a dedicação dos cinco jogadores, que vêm sendo intensa desde o início da temporada.

Logo, todos os jogadores da equipe se sentem extremamente confiantes para os playoffs e acreditam claramente em chances de título para representar o Brasil na CROSSFIRE STARS 2016.

Contudo para quem fica a sua torcida nessa reta final do campeonato? 🙂

Deixe sua opinião

Sobre Felpy

Felpy
Comentarista, analista e apresentador. Gamer nato e um verdadeiro amante de FPS! It's me, Felpy ;)

Veja também

Resumo: 5ª Semana da BGL de Rainbow Six

Nesta última semana tivemos a Brazil Gaming League de Rainbow Six Six, INTZ 0 VS ...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *