Página inicial / e-Sports / Organizações fazem primeiras mudanças para 2º Split do CBLoL 2016

Organizações fazem primeiras mudanças para 2º Split do CBLoL 2016

bg-comunicados_4 (1)

Com a conclusão da 1ª Etapa do Campeonato Brasileiro de League of Legends, a janela dos times encontra-se aberta para mudanças. Assim como acontece no cenário de futebol, quando encerra-se uma temporada, as lines de LoL também são modificadas. As alterações já começaram e nesta quarta-feira (13) o CNB e-Sports Club anunciou que na próxima temporada, o jogador Carlos “Nappon” Rucker não fará parte da equipe. Em um comunicado no Facebook a organização informa que a decisão partiu do próprio jogador.

Para melhorar o desempenho do time e lutar pelo título de campeão no segundo split do ano, a solução encontrada é modificar jogadores ou alterar funções. No caso do Pain Gaming, nesta semana a organização anunciou que, “Picoca continuará em nossa equipe como reserva, pronto para assumir posições a qualquer momento”. O jogador entrou na equipe no começo deste ano para compor a line-up e ajudar o time a conquistar o título do 1º Split do campeonato.

Durante a primeira temporada de 2016, um pouco antes da Riot Games noticiar a famosa “janela aberta”, o Red Canids divulgou dois novos players, Felipe “YoDa” Noronha e o Francês Hugo “Dioud” Padioleau. Ainda para a próxima fase, o cyber-atleta Felipe “Skyer” Gimenes deixou o g3nerationX e acertou com o Operation Kino, conforme foi divulgado na página oficial da organização. A mudança de “Skyer” para outra organização foi a primeira transferência da 2ª temporada.

A janela de transferência de jogadores, inciada em 4 de abril estará aberta até dia 02 de maio. Dentro deste período as organizações terão que definir os times e oficializar as equipes. De acordo com a política antialiciamento da Riot Games, em vigor desde 8 de agosto de 2015, as negociações devem ser iniciadas sempre entre as direções. Para facilitar a Riot Games Brasil divulgou passo a passo explicando como funciona o fluxo de negociação de jogadores.

Passo 1: A equipe interessada procura a administração da equipe atual do jogador.
Passo 2: A equipe atual diz se tem interesse em negociar a transferência do jogador e informa as condições para rescisão do contrato vigente e transferência do jogador.
Passo 3: Caso cheguem em um acordo, as duas organizações devem informar os detalhes aos oficiais da Temporada, que avaliarão e validarão a negociação.
Passo 4: Se a negociação for aprovada pelos oficiais da Temporada, as organizações devem envolver jogador na discussão para verificar o interesse dele.
Passo 5: Após a conclusão da negociação, os oficiais da Temporada devem ser informados novamente para uma última validação da transferência.

Deixe sua opinião

Sobre Verônica Magalhães

Verônica Magalhães
Jornalista formada na UMESP- Universidade Metodista de São Paulo. Trabalhou durante quatro anos com Rádio Jornalismo. Apaixonada e amante da comunicação contribuiu na produção de notícias para o portal do time Santos Dexterity.

Veja também

Chamada

‘CrossFire’: ultima rodada da fase de grupos com prévia dos playoffs, confira!

Nesta sexta-feira (20) o Campeonato Brasileiro de CrossFire vai esquentar, os quatro times da fase ...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *